UCI pretente reduzir limite de peso de 6.8kg para bicicletas de profissionais

Na última semana, durante o Taipei Cycle Show, a WFSGI (Federação Mundial da Industria de Artigos Esportivos) afirmou ter obtido inúmeros avanços em conversas com a UCI que visam modificar algumas regras que regem a construção de bicicletas e equipamentos utilizados por profissionais, dentre elas o limite de peso, a proporção obrigatória de 3:1 e o uso de freios a disco.

Segundo Yves Möri, gerente de comunicação da WFSGI, a UCI já teria concordado que o limite de peso de 6.8kg imposto para bicicletas de profissionais para evitar quebras já não é necessário graças as tecnologias atuais. Segundo ele, um novo limite poderá ser anunciando ainda no fim deste ano e passaria a valer a partir de 2018.

Além disso, Möri afirmou que a UCI teria aceito acabar com a regra do 3:1, que estabelece uma relação entre o comprimento e a largura das peças de bicicleta, limitando a criação de quadros e demais componentes com formatos ainda mais aerodinâmicos. Porém, a liberação seria aplicada apenas para quadros e garfos.

Para completar, o gerente de comunicação ainda afirmou que as conversas para padronizar as dimensões de rotores com bordas arredondadas e eixos de bicicletas de estrada equipada com freios a disco também estão bastante avançadas - um importante passo para a aplicação da tecnologia no pelotão profissional.

© 2015 Calypso - Todos os Direitos Reservados